Análise de Vendas de Ligeiros de Passageiros em Portugal

O setor automóvel foi um dos setores mais afetados pela Pandemia COVID19. Mas sabia que o acumulado de Agosto 2020 apenas se encontra cerca de 3% abaixo das vendas totais do ano 2012, neste segmento? Curioso? Acompanhe-nos nesta análise estatística.

O ano de 2012 é infelizmente memorável neste segmento, onde toda a conjuntura económica vivida, levou a uma Crise neste setor, recuperada em parte, por iniciativas Governamentais nos anos transatos e pela estabilização económica do País. Nunca mais, nenhum cidadão Português quer ouvir a palavra Troika!! Infelizmente no ano de 2020 deparamo-nos mundialmente com um micro organismo, apelidado de Covid19, que volta novamente a destabilizar toda a economia mundial e também claro, a saúde pública, com tantos milhões de infetados e mortes a lamentar em todo o mundo.

No ano de 2012, este segmento apresentou um recorde absoluto em baixa, totalizando apenas 95.309 unidades vendidas , o que representou assim uma quebra face a 2011 de 61% e a 2010 de 134%.

Face a estes números, foram implementadas algumas medidas de apoio governamentais, nomeadamente o incentivo ao abate, que ajudou o setor a recuperar até 2018, com níveis de unidades vendidas equiparáveis ao ano de 2010. No entanto, este setor demonstrou já alguma fragilidade no ano de 2019, que graças a uma recuperação no último trimestre, conseguiu fechar em baixa em apenas 2% face ao ano anterior.

Mas analizando os números, as unidades vendidas em 2012 totalizaram 95.309, o que representa mais 2.835 unidades relativamente ao acumulado em Agosto de 2020.

No entanto, a Pandemia do COVID19, veio acelarar o decréscimo de vendas neste segmento, que se fazia sentir desde 2018.

O Futuro é imprevisível, muito mais se teremos de enfrentar uma segunda vaga de Pandemia. O caminho digital é irreversível mas não exclusivo.

Mas mais uma vez, fica demonstrado que este setor, com inúmeros anos de história e que representa cerca de 19% do PIB português, 25% das exportaçoes portuguesas e emprega em Portugal mais de 200.000 pessoas, tem reagido face ao contexto global, de uma forma exemplar, inovadora e com garra e que continua a apelar aos incentivos e reformulações actualizadas do apoio estatal. De que estamos à espera? Deixe os seus comentários, porque “sozinhos vamos mais rápido, juntos vamos mais longe!”

Rita Araújo

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d bloggers like this: